quinta-feira, 24 de julho de 2008

Vida, recordações, o amanhã começando...

Vivo a vida intensamente, hoje vejo um trailer de um filme e não sei se estarei aqui pra assisti-lo, então vivo o agora. Amanhã é um dia que há algum tempo desejo. Então me permito sorrir, brincar, chorar, falar, dançar e reclamar também. Sinto falta da família, dos amigos que estão distantes, do mar, do Velho Chico. Quero voltar ao mar e sentir a maresia no corpo. Qual o poder da maresia sobre nossas vidas? Areia sob os pés, que deixam rastros e as ondas emperram em apagá-las. Braços abertos como se estivesse recebendo a vida. Vento ao rosto como se estivesse recebendo carinho. Ô saudade do mar, do barulho das ondas, do sentimento profundo a esta sozinha na praia.
E o rio São Francisco? Quando me pego a pensar, sinto um arrepio, uma vontade louca de estar lá. O Velho Chico para mim é fonte. E apenas quando me vi tão sem ele, percebi o quanto é importante e o quanto me faz bem ver, sentir e aprecia-lo. Em Novembro devo ir ao encontro de tudo isso. Ontem falava com meu esposo sobre descobrir-se. Sobre como é bom você se olhar e se enxergar. Como é bom você entender que você é passível de amar, chorar, sorrir, sentir raiva, magoa e ódio. Tudo lhe é permitido, não se deve cultivar tudo, mas pode sentir e refletir. Assim percebo melhor as relações humanas. Disse a ele: - Amor, já sofri e posso não ter reconhecimento nenhum pelo que estou a fazer aqui, mas faria tudo novamente. Pois ganhei a mim e isso vale mais do que qualquer outra coisa.
Mudando de pau pra &#8%#@...
Estou com uns probleminhas de saúde básicos e preciso fazer muitos exames. Pra ter um diagnóstico certo, estou consultando com vários especialistas. São muitos pedidos de exames, muita correria, pois as consultas e os exames tenho feito em Cuiabá. É exame de sangue, ultra-som disso e daquilo, endoscopia, raio-x e outros a mais. Falarei um pouco da endoscopia: tomei um sedativo que até hoje não lembro de nada do que ocorreu por mais ou menos uma hora. Sei que fui pra sala, a enfermeira tava conversando comigo enquanto aplicava uma injeção, senti um o liquido percorrendo no meu braço e... Àquela hora não existiu, foi apagada. O médico fez o exame, me levaram pra sala de espera, deitei, vivi momentos, pessoas conversaram comigo, eu respondia, mas não lembro de nada. Fazia tudo como se estivesse normal, até por elevador passei e depois não sabia como estava naquele lugar e não lembro até agora. Às vezes penso: será que quando chegamos ao fim ou começo sei lá, é desse jeito? Assemelhei o exame com a morte ou começo da vida, coisas desse tipo. Fazer exames, esperar resultados, faz você pensar cada coisa. Mas estou confiante que não seja nada grave.


Abaixo uma citação de AUGUSTO CURY, no livro 12 SEMANAS PRA MUDAR UMA VIDA

Vivemos a vida como se ela fosse interminável. Mas ela é muito breve. Entre a meninice e a velhice há um pequeno intervalo de tempo.Olhe para sua historia! Os anos que você já viveu não passaram muito rápido?A vida é tão breve como os raios de sol que surgem sorrateiramente na mais bela manhã e se despedem sutilmente ao anoitecer sem deixar vestígios... Para as pessoas superficiais, a rapidez da vida as estimula a viverem destrutivamente, sem pensar nas conseqüências dos seus comportamentos. Para os sábios, a brevidade da vida os convida a valorizá-la como um tesouro de inestimável valor. Que valor tem a sua vida para você mesmo? Ser sábio não quer dizer ser perfeito, não falhar, não chorar e não ter momentos de fragilidade. Ser sábio é aprender a usar cada dor como uma oportunidade para aprender lições, cada erro como uma ocasião para corrigir rotas, cada fracasso como uma chance para ter mais coragem. Nas vitórias, os sábios são amantes da alegria; nas derrotas, são amigos da reflexão.
Que você aprenda a ser um grande sábio! Um sábio que cuida carinhosamente da sua vida como um garimpeiro que descobriu a mais bela pedra preciosa depois de passar a vida toda removendo rochas e cascalhos.

Ao som de: Dido - White Flag / Sarah McLachlin - Arms of the Angels / Danni Carlos - Kiss me

2 comentários:

Larissa disse...

Eiiiiiiii sua bobinha, se peocupa não, que em primeiro lugar Jesus te olha lá de cima, confia nele que dará tudo certo...bjus!

Jhennifer Cavassola disse...

rss vai dar tudo certo sim!
Com fé em Deus e no otimismo de vcs!

TE AMOO!