sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Inveja – O Pior dos Sentimentos

Certa vez perguntei a uma amiga: - Qual o pior sentimento que você acha que existe?
Ela respondeu: - Ódio.
Discordei imediatamente dizendo que era a inveja. 
E é a inveja o pior dos sentimentos e o mais sujo e difícil de ser abolido da alma humana. É um vício que mais causa sofrimento à nossa raça.
O ódio pode se tornar amor. Inveja é algo que destrói por dentro, que deprecia e até faz a pessoa sentir ódio de si e do outro.
Não existe inveja boa e inveja ruim. Inveja é sempre um sentimento ruim, existe admiração pelo que o outro é ou pelo que o outro possui. Você admira e sente vontade de ter algo igual ou se a pessoa tem qualidades, você deseja tê-las e exerce essas qualidades em você. 
Admiração: s.f. Sentimento de prazer, de respeito, experimentado diante daquilo que é belo e bom.
Você não fica triste e sim feliz pelo próximo. Admirar o que é bom não faz mal, sentir inveja faz. Porque a inveja  faz você querer destruir a vida do outro. É como se fosse um urubu esfomeado pela carniça. Basta à pessoa se destacar em alguma área, por mais insignificante que seja e lá estará o invejoso, pronto para apontar o dedo e minimizar o feito ou o caráter do invejado. É um desejo cruel de ser o centro das atenções e de querer ser maior e melhor que todos, não podendo suportar que o outro seja melhor. É como se não suportasse a diversidade do mundo.

Se você às vezes tem esse sentimento horroroso, trabalhe para que não se torne doença. Acredito que todos no mundo já sentiram inveja de algo. Alguns através da educação trabalharam esse sentimento e excluíram de suas vidas. Aperfeiçoaram para o bem, para admiração. Outros tem o instinto para o mal e ainda sofrem com esse sentimento e talvez não cure jamais, pois realmente é um vício.
Sou extrovertida, bonita sim, inteligente, comunicativa, segura de si e automaticamente sofro muito com a inveja das pessoas. Apesar de atrair energias positivas como muitos dizem, os invejosos de plantão também se atraem por mim. Eu graças a Deus sinto admiração a tudo que é belo e por todos que estão bem a minha volta. Adoro ver e fazer as pessoas felizes.
A Inveja é a incompetência de ver a luz das outras pessoas, a alegria, o brilho de alguém, seja que lado for.  Ela também é a consequência da incapacidade da sua evolução como ser humano.
Infelizmente muitos pais e educadores são culpados por certas pessoas serem invejosas hoje. A inveja também é uma má educação.
Foi através dela que o mal entrou no mundo.Veja só o primeiro exemplo que tivemos na terra: Caim e Abel. Quantas mortes aconteceram no mundo e quantas puxadas de tapetes já tivemos sem saber como e porque aconteceram? A INVEJA MATA, pode ter certeza.

Seja feliz e seguro de si, busque e renove seus objetivos. Evite a inveja alheia andando sempre com pessoas de boa índole. Garanto que você só aprenderá e se tornará cada vez melhor como ser humano. Contemple o belo, procure ver a beleza das pequenas coisas e estará preparada para as grandes. Não exponha sua felicidade em vitrine pra qualquer um. Aprenda a cultivar o bem, trabalhar o emocional e ter bons sentimentos. Comemore a felicidade alheia, assim você só atrairá energias positivas.  Se apegue com Deus, Ele é maior que qualquer "olho gordo".


(Jhennifer Cavassola)

Querido leitores, que Deus proteja vocês, um mega beijo da Mulher Diferente.


Ps: Alguns leitores estão recebendo uma mensagem de malware detectado no blog, mas não tem malware aqui. Toda e qualquer tipo de ameça, como sites externos por exemplo, foram retirados. Peço desculpas à todos por esse transtorno, ele já está sendo resolvido. Espero que o Google reconsidere logo para navegarmos tranquilamente. 

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Ame e Viva - O que temos visto por ai???

Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes. Com suas danças e poses em closes ginecológicos, cada vez mais siliconadas, corpos esculpidos por cirurgias plasticas, como se fossem ao supermercado e pedissem o corte como se quer... mas???
Chegam sozinhas e saem sozinhas. Empresários, advogados, engenheiros, analistas, e outros mais que estudaram, estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos. Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dancer", incrível.
E não é só sexo não! Se fosse, era resolvido fácil, alguém dúvida? Sexo se encontra nos classificados, nas esquinas, em qualquer lugar, mas apenas sexo!
Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho, sem necessariamente, ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico na cama... Sexo de academia.
Fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão "apenas" dormir abraçadinhos, sem se preocuparem com as posições cabalisticas.
Sabe essas coisas simples, que perdemos nessa marcha de uma evolução cega. Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção. Tornamo-nos máquinas, e agora estamos desesperados por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós.


Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada nos sites de relacionamentos "ORKUT", "PAR-PERFEITO" e tantos outros, veja o número de comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra viver sozinho!".
Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários, em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis, se olharmos as fotos de antigamente, pode ter certeza de que não são as mesmas pessoas, mulheres lindas se plastificando, se mutilando em nome da tal "beleza".
Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento, e percebemos a cada dia mulheres e homens com cara de bonecas, sem rugas, sorriso preso e cada vez mais sozinhos.


Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário... Pra chegar a escrever essas bobagens? (Mais que verdadeiras) é preciso ter a coragem de encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa.
Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia isso é julgado como feio, démodê, brega, familias preconceituosas.
Alô gente!!! Felicidade, amor, todas essas emoções fazem-nos parecer ridículos, abobalhados...
Mas e daí? Seja ridículo, mas seja feliz e não seja frustrado. "Pague mico", saia gritando e falando o que sente, demonstre amor...
Você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais...
Perceba aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, ou talvez a pessoa que nada tem haver com o que imaginou mas que pode ser a mulher da sua vida. E, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois... Quem disse que ser adulto é ser ranzinza ?

Um ditado tibetano diz: "Se um problema é grande demais, não pense nele... E, se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele?"

Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo, assistir desenho animado, rir de bobagens e ou ser um profissional de sucesso, que adora rir de si mesmo por ser estabanado.
O que realmente, não dá é para continuarmos achando que viver é out ou in.
Que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo, que temos que querer a nossa mulher 24 horas maquiada, e que ela tenha que ter o corpo das frutas tão em moda, na TV, e também na Playboy e nos banheiros. Eu duvido que nós homens queiramos uma mulher assim para viver ao nosso lado, para ser a mãe dos nossos filhos, gostamos sim de olhar e imaginar a gostosa, mas é só isso, as mulheres inteligentes entendem e compreendem isso.
Queira do seu lado a mulher inteligente: "Vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois, ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida".
Porque ter medo de dizer isso, porque ter medo de dizer: "Amo você", "fica comigo"... Então não se importe com a opinião dos outros, seja feliz!

Antes ser idiota para as pessoas que infeliz para si mesmo!

(Arnaldo Jabor)

Nota: Eu adorei esse texto e achei digno divulgar ele aqui no blog. O Arnaldo Jabor é ótimo, adoro as críticas dele. O texto fala por si só, sem mais comentários. 

domingo, 21 de agosto de 2011

Sexo Casual - Previna-se do Apego

Conversando com uma amiga outra dia, eis que dou uma dica a ela sobre sexo casual e etc. Deu certo com as pessoas que conversei e com ela está dando também. Pois bem, essa minha amiga pediu pra eu postar no blog essa tal dica infalível.

Não quer se apaixonar após aquele sexo maravilhoso? Serei clara e objetiva: NÃO OLHE NOS OLHOS APÓS O ORGASMO E PONTO. Naquele momento você liberou todos os hormônios do 'bem', você fica melosa, carente e tudo que quer é carinho, ser bem tratada, acha tudo lindo e um simples olhar faz você se apaixonar ou pelo menos viciar e “pagar pau” por aquele canalha que você saiu na última sexta-feira.

Após o orgasmo a ocitocina (hormônio do prazer, melhor dizendo do amor, já que liberamos isso quando amamentamos, abraçamos alguém que gostamos etc) está bombando, o corpo se arrepia fácilmente, os olhos brilham, sorrisos e risadas acontecem, a fala fica baixa, a vontade de estar perto do outro aumenta mais ainda e... O homem é caçador, ele tem um instinto impressionante para se preservar e logo ele sai da cama e a vontade de apertar o botão eject ou dizer “fora daqui” é enorme. Se ele for cafajeste ele vai para o banho ou pelo menos curti a DPF (depressão pós foda) dormindo logo que o serviço for concluído e te deixará nas nuvens, digo na cama, curtindo a ocitocina sozinha e não te ligará mais.
Mas tem o pior, se ele for canalha ele fará o mesmo do cafajeste só que com uma diferença, te procurará no outro dia ou quando quiser novamente e te iludirá com o velho papinho e fará o mesmo da noite passada.

Então amigas queridas, não corram riscos de se apaixonar por um desses, NÃO OLHE NOS OLHOS APÓS O ORGASMO, se ele for do tipo carinhoso, o máximo que você pode fazer é retribuir o carinho, mas não precisa olhar e mesmo assim o ideal é levantar e sair logo da cama. Se for o amor da sua vida, você saberá com certeza, pois os sinais gritam, então não precisa ficar encanada.

E se ainda de quebra quiser deixar ele louco, mostre-se a melhor mulher do mundo na cama, seja encantadora, envolvente, sensual, faça tudo que tiver direito, faça ele se sentir o “cara”, goze, deite, olhe pro teto, respire e levante pra um banho gostoso, se vista e saia. Ele se sentirá um verme, ou seja, usado, não entenderá nada, pois percebeu que gostou, mas a insegurança de você não se apegar, ser diferente e decidida, ferrou ele. 

(Jhennifer Cavassola)

Dicas de uma Mulher Diferente, e como digo sempre: toda regra há exceção. 

quarta-feira, 27 de julho de 2011

É tão fácil ser legal!

Sinto-me só nesse mundo tão grande. Grande e pequeno ao mesmo tempo, por ter pessoas tão medíocres.
Hoje cada um vive a sua vida, ninguém mais se interessa de verdade por ninguém.
As pessoas não perguntam do fundo do coração se as outras estão bem. Eu queria entender porque as pessoas não se interessam pelas outras. Todos fingem que se interessam, mas na verdade pouco se importam. Hoje as conversas são superficiais, ninguém está nem ai pros problemas alheios, com seus interesses, iras, a não ser que seja para criticá-los.

Tudo bem que se eu alfinetar meu dedo com uma agulha na frente de qualquer pessoa, só eu sentirei dor, o outro só vai mexer a cabeça e no máximo fazer uma cara de nojo por causa do sangue. “Pimenta na boca dos outros e refresco na da gente.”
Passei os maiores anos, acreditando que a humanidade mudaria; hoje tenho plena certeza que não. Se você conta um problema pra alguém, mesmo sabendo que a pessoa não pode te ajudar; fala por está precisando desabafar suas paranóias, suas magoas... Ela tira conclusão que você é problemática, louca, isso se não sair por ai falando da sua vida.
Problemas todo mundo tem, é verdade. Mas as pessoas ficam loucas se precisarem de ajuda e não ter ninguém ao menos pra ouvi-la. 
Hoje o mercado de trabalho está muito disputado, você tem que se matar pra segurar o emprego; chega em casa tem fazer de tudo pro marido; ai vem os filhos, você tem que fazer de tudo pra eles ter uma boa educação. Só essas coisinhas, faz à cabeça ir à tona. Muita pressão, euforia, limitações. Fora os traumas da infância, as decepções... Então quando você vai ouvir alguém não dar à mínima. Esquece que amanhã pode ser você que esteja precisando. E quando alguém quer desabafar, não quer ouvir os seus problemas ou de sua vida que está maravilhosa, e sim um conselho ou uma simples frase dizendo: “tudo vai se resolver”. Mas não... Sabe como as pessoas reagem? “Ah eu também passei por isso, é besteira!” Ou “ Que nada você está errada!” isso quando não desdenham do que você está dizendo."É incrível como as pessoas se interessam muito mais em saber dos motivos e detalhes do seu sofrimento do que simplesmente te dar uma força."

Por causa do egoísmo, egocentrismo de toda a gente, que hoje faço a minha parte sem esperar nada de ninguém. A minha janela é basculante, espaço pequeno, só quem pode passa. Abro e fecho quando quero.
Mas acha que isso é bom? Queria poder abrir mais, poder falar mais do que sinto, dos traumas, das decepções. Quem quer ouvir? Só um especialista, que terei que pagar pra escutar-me. Escolho a solidão não por opção e sim porque é o jeito.

Tem uma frase que diz: 
“A solidão é uma arma que mata, mesmo não tendo ninguém para dispará-la”.

E um trecho de uma música  do Ritchie que diz: Ando só, leio o jornal, lembro do que passou / Vento e sol, sinto a solidão, o amanhã começou / Nada pra jogar, nada pra perder / Sei que nada vai adiantar”...
Ai vem o Hebert Viana na música Calibre dizendo: “Eu vivo sem saber até quando ainda estou vivo, sem saber o calibre do perigo”...
Costumo dizer que: É tão fácil ser legal, é tão fácil você lidar com as pessoas, não entendo porque as pessoas limitam, dificultam e estragam tanto isso.

Com euforia, vem uma amiga e diz: - Meu filho andou, meu filho está andando!
A pessoa pergunta: - Ele tem quantos anos?
A amiga responde sorrindo: -1 ano e 1 mês.
A pessoa fala sorrateiramente: - Nossa, pois o meu andou com 9 meses.
* Caramba, quem perguntou? Puts, naquele momento a pessoa quer compartilhar essa alegria, e não saber do filho do outro. Às vezes fazemos esse tipo de coisa sem sentir, às vezes por que queremos machucar. Mas não importa, porque a outra pessoa não entende que foi sem querer e sim porque queremos ser superior.

Outro caso: - Nossa como essa roupa é bonita!
Só a roupa? Agora olha a diferença quando você sabe ser legal:
- Nossa como essa roupa caiu bem, você está linda!

Se olharmos mais profundamente, veremos a alma do outro. V
eremos que não só de sorrisos essa pessoa e feita, não só de tristeza, ou seja lá o que for. Devemos olhar nos olhos e apesar de também termos nossos problemas, devemos se interessar pelos problemas dos outros. Mas se interessar com o coração, profundamente, para podermos ajudar nem que seja com uma palavra.
Que não sentimos a dor é verdade, mas podemos nos colocar no lugar do outro.


(Jhennifer Cavassola)

"O ser humano não é um mamífero, pois estes harmonizam-se com o ambiente. O padrão do ser humano é o mesmo do vírus, que se instala, destrói e depois muda-se para novamente destruir." (Matrix)

terça-feira, 24 de maio de 2011

Sexo X Vergonha

Para nos deixar a vontade na hora do sexo, vários artefatos são essenciais, como: intimidade, sentimento, liberdade e auto-estima. Mas uma pesquisa divulgada pelo jornal britânico "Daily Mail" mostrou que metade das mulheres não está satisfeita com seu corpo. E isso implica diretamente no seu comportamento sexual.
Uma em cada dez mulheres gostaria de ser mais ousada na cama, mas não se sente bem fisicamente pra isso. Por causa das gordurinhas indesejáveis, a maioria só transa com a luz apagada. O cansaço foi apontado também como um dos maiores motivos para a tradicional desculpa da "dor de cabeça": muitas mulheres revelaram sentir-se esgotadas no fim do dia, sem ânimo para o sexo. Na lista também entram a falta de auto-estima, doença e estresse. Uma minoria das 4 mil mulheres ouvidas, também destacaram considerar o ato "como um dever". Que bom que são minoria, apenas 6% rsss.

A maioria das mulheres que se cuidam, são para transar de luz acesa. A maioria da mulheres não dançam para seus parceiros, não usam nem se quer uma lingerie sexy por achar que seu corpo é feio. E na verdade a maioria dos homens casados com mulheres que estão acima do peso ou magras demais, curtem o corpo delas do jeito que é. Mas por conta da televisão e das revistas, as mulheres pegaram a nóia que corpo perfeito tem que ser igualo o das artistas. Esquecem que o trabalho delas é aquele, que vivem do corpo, passam horas na academia, fazem dietas, cirurgias plásticas etcetera para ficarem com corpos exorbitantes.
Minhas queridas, se não estão satisfeitas com o próprio corpo, levantem a bumbum do sofá e vão a luta. Não tem essa de falta de tempo, tem academias que funcionam de 5hs da manhã até meia-noite. Na grande São Paulo por exemplo, existem até academias 24hs. Esqueça a comilança de doces, chocolates, coxinhas e pense no bem estar bem. Hidrate sua pele, cuide dos cabelos e vá num sex shop mais próximo, compre uma linda lingerie, fantasia, seja lá como prefere e divirta-se com o maridão.

(Jhennifer Cavassola)

Beijos da Mulher Diferente


Postagem com fonte de inspiração do site: Bolsa de Mulher

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Vulgaridade x Sensualidade

Vulgarizar é tornar vulgar ou notório; propagar, divulgar, difundir.

Uma mulher de corpo torneado quando passa na rua e ela está com uma roupa curtissima é vulgar. Pois está divulgando, tornando-se notória. Pra ser sensual não é preciso deixar o bumbum de fora ou os seios; não precisa andar com uma calcinha fio dental e uma roupa transparente. E tem muitas mulheres que acreditam que os homens amam isso hahaha, mas não amam. Pra dar uma trepadinha serve sim, mas logo o botão ejete será executado e ele não vai querer mais nem ver a cara da biscate. É o efeito máquina e logo vem outra biscate que pegou o mesmo exemplo e ele fará igual.


Mas se você é uma mulher android (mulher robô), e adora ser bem tratada pra ser dominada na cama e esquecida depois, ai sim, ande com os seios saltando da blusa, com saias curtissimas aparecendo a polpa da bunda, dance o funk até o chão fazendo gestos obsenos e assim você servirá para chamar atenção de homens androids e será inspiração de outras mulheres pré-robôs.

Acho que uma belissima roupa (vestido, calça jeans, blusas decotadas sem exageros), um cabelo brilhoso e bem arrumado, uma maquiagem bem feita, um perfume afrodisiaco, uma bela sandalia, ajudam bastante na sensualidade de uma mulher. Na cama pode tudo, desde uma lingerie ousada até mesmo ser sensual sem roupa, apenas usando o cabelo e fazendo caras e bocas. Da pra ser vulgar na cama também, depende do estado de espirito e desde que na rua você seja comportada.
Ser sensual não tem nada a ver com ser vulgar. Fora do seu habitat você pode ser meiga e sensual. Mas vulgar e sensual nunca, nem mesmo entre quatro paredes. Temos exemplo de várias famosas vulgares e sensuais. Observem e vejam que ambos não caminham juntos, ou é um ou outro. É uma questão de escolha.

(Jhennifer Cavassola)

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Tour 360º U2 no Brasil, EU FUI!!!

 "13/04/2011 ficou marcado como o melhor dia da minha vida. Caraca, que espetáculo, foi tudo maravilhoso! Só tenho a agradecer a Deus"
A melhor -- Não tem raça, classe social, religião, cultura certa, U2 é pra todos! Uma banda que irá fazer 35 anos, ainda está no topo e cada vez mais renovando e emocionando.
U2 consegue se comunicar com cinquentões pós-punk ao mesmo tempo que emociona adolescentes fãs de Lady Gaga. Eles sempre enxergaram a frente.
Só a geração que cresceu nos anos 60 pode se dar o luxo de dizer que bebeu em 1ª mão, na fonte da maior banda de todos os tempos: Os Beatles.
Já quem cresceu entre 1987 e 2000 pode dizer que acompanhou a maior banda em atividade. E ela se chama U2.

Resumindo minha história com a banda --  Sou fã do U2 desde dos 12, 13 anos. Sempre colecionei cds, dvds, reportagens, documentários etc. Já comemorei ate aniversário do Bono Vox rss, santa paciência, hoje não me dou ao luxo de fazer essas coisas rsss. Pelo menos uma vez no dia tenho que escutar uma música deles. Não tenho uma preferida, gosto de todas mesmo rss.
Em 2006 eles vieram fazer a Tour Vertigo e não deu pra ir no show. Dai eu ia pra Portugal assistir um show deles lá, mas não deu, acabei pegando a grana e vindo pro Mato Grosso pra conhecer meu amor ao qual me casei. Mas coloquei na cabeça que no próximo eu iria, custasse o que custasse. 
Em novembro/2010 quando anunciaram que teria U2 no Brasil fiquei louca. Ainda mais com essa Tour 360º que é uma megaestrutura. A garra (nome dado ao palco) tem no topo da estrutura um cilindrico com painéis de LED integrados de 500 mil pixels de definição, que se movimentam e mudam de tamanho. Entre uma faixa e outra, o cenário gira e da a oportunidade para todos os fãs se sentirem na frente do palco. É como se eles ficassem na nossa mão. São R$750 mil gastos por dia pra produzir essa tour. Considerada entre os críticos como o maior espetáculo da terra. Imagina só se iria perder esse grande espetáculo, de jeito nenhum. 



A caçada pelo ingresso --  A única turnê anunciada no Brasil, (09/04) esgotou os ingressos em 2hs e eu não consegui comprar. Fiquei desesperada, chateada com o site TF4, não sabia quem culpar. Mas no outro dia o site anunciou que teria mais um show que seria no dia 10/04. Chegou o dia de comprar e novamente os ingressos se esgotaram, dessa vez em 1 hora e meia. Mais uma vez desesperada, revoltada, chorando muito. Até que foi anunciado mais um show que seria dia 13/04. Detalhe: número da sorte e dessa vez conversei com Deus e disse: que seja da Tua Vontade, entrego em Suas Mãos. 
No dia que abriu as vendas para o show do dia 13 foi muito louco, ingressos se esgotando, horas desesperadoras, mas ufaa, consegui. Não foi bem o que eu queria, pensava em pista ou cadeira azul premium, mas foi o melhor das arquibancadas, a vermelha especial. Quando comprei o ingresso que vi finalizado, emocionei-me demais.


Ingresso comprado -- Quando o ingresso chegou aqui em casa, dei pulos de alegria, tirei fotos, fiquei malucona rss e comecei a contar os dias, que demoraram tanto com a ansiedade que eu sentia kkkkk.
Comecei a ver passagens, hotéis e fiz a reserva. Ops, meu esposo? Infelizmente não deu pra comprar o ingresso dele, por n's motivos: financeiros principalmente. Pois como temos a bebê, teríamos que levar alguém pra cuidar dela em SP e os gastos triplicariam. Então conversamos e chegamos a conclusão que o melhor seria ir só eu. Agradeço demais a ele pela compreensão e por me amar tanto. Não tem outra explicação essa vontade de me ver feliz. 


Resumo da viagem -- Na segunda 11/04 fui pra Cuiabá, onde eu pegaria o vôo pra São Paulo. Cheguei em São Paulo, peguei taxi, maior ansiedade do mundo, ainda mais que estava sozinha, não tinha com quem compartilhar rss. Escolhi um hotel na Augusta pra aproveitar a noite em SP melhor e também porque já conhecia a area, mas acabei não saindo, pois estava chovendo. 
Conheci pessoas legais no hotel, entre elas destaco um  italiano gente boa que conversei bastante.




Eis que no outro dia teve um grande encontro do mundo blogueiro, conheci o Platão do Blog Filosófos Bêbados gente. Ele é o cara, rimos muito juntos, almoçamos num maravilhoso restaurante na Frei Caneca, me levou na kopenhagem, tomamos um cappuccino delicioso.
Enfim, adorei, encontro marcante da blogosfera: Filosófo B. Platão e Mulher Diferente. Até isso o maridão perdeu, ele adora os textos do Renato (nome verdadeiro do Platão kkkk).
Do almoço fui pra 25 de Março onde gastei horrores kkkkkkkk, depois voltei pro Hotel, me arrumei e desci pra pegar um taxi pra ir pro show.

Chegando no Morumbi --  Primeiro me deparei com muita gente na porta, estádio enorme, lindo. Comecei a procurar meu portão de entrada que era o 15. Comprei água, uma bandana linda. Até que na entrada eles disseram que água não poderia entrar. Tive que tomar uma de vez e dei as outras duas. Detalhe: já estava com a bexiga cheia kkkkkk, ainda mais tomando uma garrafinha de agua rss. Entrei, me arrepiei com a garra (palco), que é simplesmente enorme, grandiosa, perfeita. Imagina um palco que bateu o recorde de maior palco do mundo, com o dobro de altura do 2º maior? Isso mesmo. Procurei por uma colega virtual que estava me esperando no Morumbi, fui até ela, gente boa demais, estava com o namorado, adorei ter conhecido eles.
Fui no banheiro ao qual tive que ir no dos homens, pois a fila do banheiro feminino estava enorme. Até dei uma grana pro segurança kkkkkk. Começa Muse, a galera vibra, puro rock in roll, a galera animadissima e nem era U2 ainda rss. Lá vai eu no banheiro novamente, dessa vez tive que pagar mesmo ao segurança pra me deixar entrar no banheiro masculino, pois o das mulheres estava pior do que antes.
Termina Muse, ansiedade a flor da pele, nem sabia mais que tipo de emoção tava sentindo, só sabia que estava aerea, feliz, ansiosa rss.

E o momento tão esperado chega --  As 90 mil pessoas alucinadas, gritos, pulos, parecia que tudo saia do lugar. Bono, The Edge, Larry e Adam seguem até o palco. Começa o grande show. Oh my God, como eles são lindos rss.
Tinha uma ponte que passeava (gira), transportando cada um dos integrantes. É coisa de loucoo, megaestrutura mesmo. Que U2 é o melhor nós fãs sabemos, mas essa turnê não é só o bicho, é o zoológico do mundo inteiro kkkkkk. Realmente a melhor banda do mundo.
Antes de cantar ♫I Still Haven't Found What I'm Looking For♫ Bono falou:  "Normalmente, nós cantamos para o nosso público, mas aqui o nosso público canta para nós.". Ainda teve Seu Jorge cantando ♫The Model♫ com eles. Como de costume, ele chamou uma fã pra subir no palco, ela leu um poema, deu um selinho nele e começou a música Beautiful Day. 
Cada música a galera vibrava, cantava junto, se emocionava, gritava, batia palmas. Era incrível, foi simplesmente o melhor dia da minha vida. A setlist foi escolhida a dedo, a garra é esplêndida, a banda é poderosa, o som é magnifico, o público radiante, não tenho mais palavras pra descrever tudo aquilo. Os efeitos visuais era impressionantes. "Realmente um espetáculo para os olhos é muito bom para a alma!" 
Oh My God, eu não sabia se gritava, se chorava, se desmaiava, se batia foto, se ficava de boca aberta, se ficava estática (por não acreditar no que estava vendo),se pulava, era emoção demais. Tudo junto misturado rsss. A hora mais emocionante pra mim, foi quando eles cantaram ♫Where The Streets Have No Name♫, eu me emocionei demais. Sem falar na hora de ♫Walk On♫,  ♫Magnificent♫, ♫With Or Without You♫ e todas outras kkkkkkkk. Não entendia nada da emoção que sentia, só sei que era esplêndida, divina.
Confesso que tremia muito e minhas fotos poderiam ter ficado melhores, mas mesmo assim foto não descreve a grande emoção. Registra, mas não mostra o melhor. Só quem estava lá, sabe do que estou falando.

A banda mais bem paga do mundo. A Tour mais bem sucedida da história.  O espetaculo acabou e ficou pra sempre na memória. Euuuu adorei!!!!! É muito mais do que eu esperava. Ficou marcado pro resto da minha vida. 
Até hoje não acredito que fui no melhor dia, ainda mais que foi o ultimo espetaculo da Tour 360º na America do Sul. 
Sei que foram 2hs e meia de pura adrenalina, fiquei bastante emocionada, rouca demais também, alegria sem fim. O público foi ao delírio e eu estou feliz e realizada por ter conseguido alcançar esse sonho. Faria tudo outra vez, na verdade queria outro amanhã rsss. Para conferir mais fotos do show, clique: Peripécias, Devaneios, Realizações... U2


Só tenho a agradecer a Deus por tudo!
Queridos leitores, um beijo especial da Mulher Diferente.


Inspiração de postagem: Revista Blitz Edição U2 
Fotos: Jhennifer Cavassola (eu), Miriam Furlan, Camani, Kitty Tyler e Robson Mangili.

sábado, 9 de abril de 2011

Peripécias, Devaneios, Realizações...

Olá leitores e amigos blogueiros! Hoje estou passando aqui pra informar que esse ano tem sido o ANO pra mim. Muitas coisas estão acontecendo e muitas coisas boas ainda acontecerão.
Falei pra vocês que estava fazendo tratamento com Endócrino? Pois bem, o tratamento acabou e alcancei a meta que eu queria. Depois da gravidez eu engordei muito por conta dos exercícios físicos que eu fazia antes, e que automaticamente faziam eu comer muito. Obesidade na certa, tanto na gravidez quanto pós. Porém com o tratamento que iniciei com o Drº Damine, mudei isso e em 8 meses matei 24 kilos. Hoje estou reeducada na alimentação e malhando muito, mas dessa vez pra manter. Estou me sentido maravilhosa, ainda mais que sou mamãe rss. Outra hora quero abordar esse assunto com vocês, sobre endócrino x nutricionista, a minha versão e experiência a respeito.

A propósito, fiz uma 2ª tatuagem e essa imagem que vocês tem acima (blog) das minhas costas com a estrela de Davi, agora tem um dragão ao lado dela rsss. Fiz no dia 02/03, por enquanto só o contorno, pois é imensa, logo pintarei, estou esperando outro grande acontecimento na minha vida e só depois desse grande momento que voltarei às sessões de pintura. 
Link para vocês conferirem as fotos da tatuagem, diretamente do facebook: 

Ser ou não ser... Eis a questão

E que grande acontecimento é esse? Pois bem, não é novidade que sou fã demais do U2, que sou loucamente apaixonada pela banda. E dia 13/04 estarei realizando um sonho de adolescência, que é ir no show do U2. É muita emoção, não sei descrever. Ansiedade demais, estou contando os dias. Comprei o ingresso em dezembro, desde então esperando esse dia chegar. Foi uma loucura pra conseguir comprar, site da TF4 excedido, fila pra comprar, ingresso esgotando, até que consegui. Chegarei em SP dia 12, ficarei no Hotel Travel Inn Braston Augusta, volto dia 14. No Morumbi peguei o setor arquibancada vermelha especial, vista maravilhosa da Tour 360º U2. Espero que meu coração aguente rssss. Emoção demais!!!

Meu casamento está maravilhoso, minha filhinha está cada vez mais linda e inteligente.
Agradeço a Deus demais por tudo e que Ele abençoe todos nós.

Beijos da Mulher Diferente e quando eu voltar conto tudo.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Sucessão dos Dias (Part2)

Será que estou meia mórbida hoje? Pode ser, com assuntos sérios que muita gente não gosta de falar. Antes de mais nada, hoje sinto-me tão feliz.

Na vida pessoas surgem e desaparecem, outras surpreendem com decepções e outras surpreendem com a gentileza. Uma jornada confusa, cheia de armadilhas, com dias de sorrisos e outros de lágrimas, momentos de dores e outros de conforto. Que nós levam a um destino único, igualmente compartilhado por todos; a evidente passagem à “Verdadeira Verdade”, com um destino final, a morte!
Falando sobre essa frase hoje: "Prefiro morrer ao viver na hipocrisia que os humanos mudarão." E o assunto envolveu velórios, hipócritas etc. Sempre falei para as pessoas mais próximas, que não quero enterro, muito menos que me coloquem dentro de um caixão. Pois em vida amo a liberdade, não suporto ficar presa e a idéia de manter meu corpo físico em um caixão é absurda. E sempre falo que quero ter dinheiro pra morte, pois prefiro ser cremada. Que Deus escreva meu fim aqui, num avião, pronto, evita muitas coisas e estarei com muita gente do lado kkkkkkkk. Mas se nada dê certo, coloquem o corpo enrolado num pano e enterre. Só não coloquem num caixão e nem façam velório. Odeio velórios, acho ridículo aquele bando de hipócritas falando bobagem, contando histórias, cheio de curiosidades, lágrimas de crocodilo. Saiiiii quero nunca isso.
O meu maior aprendizado tem sido sobre o ser humano e a capacidade que ele tem de modificar rumos de outros. Os seres que atravessam nossos caminhos são vários, donos de mundos secretos a se desvelar, personalidades espantosas que me assusta. E hoje, estou com nojo da humanidade, sempre fui boazinha de mais, pois bem, me tornei egoísta. Tenho fome e sede de viver e agora vivo pra mim, meu marido e minha filha. Que se exploda o resto.
O mundo é dos fortes e dos vencedores. Se você para pra algo, você não vence. Precisa correr a todo instante. Ninguém para por causa de você. VIVA, sinta, o verbo da vida é VIVER!!!!!
A jornada é assim, deixa marcas, conta histórias e nos dá lições. Quando muito renunciamos os seus ensinamentos, o Ser Divino não acalenta nossas cabeças, faz a dor física ou espiritual escrever em nossas almas, as mensagens necessárias. Da dor não há fugas e nem dissimulações, sorrisos falsos e nem mentiras tolas. A dor tem que ser vivida até seu último suspiro, a fim de ser acabada, consumida, assim deixando apenas aprendizado como cicatriz e não faísca pronta a incandescer. 
Os caminhos são longos, as trilhas perigosas e emocionantes. É preciso deixar a vida nos alagar com suas dores, pois ela mesma vai se encarregar de limpar as cicatrizes. E quanto mais nos acharmos injustiçados e menos esperarmos, a vida vai fazer o inusitado. E é nesse momento que pessoas anjos cruzarão nossos caminhos para andar junto conosco por um aceitável tempo, despertando mais uma vez sorrisos, o prazer e a alegria.
Costumo dizer que sempre odiei circos e seus palhaços...la existe cheiro de sofrimento e hipocrisia. Um sorriso nem sempre demonstra alegria em si. Mas um olhar, sempre.

(Jhennifer Cavassola)

Renato Russo dizia: "Quem insiste em julgar os outros, sempre tem alguma coisa pra esconder".

E finalizo com uma frase de Carl Jung: "Sua visão se tornará clara somente quando você puder olhar dentro de seu próprio coração. Aquele que olha para fora sonha, aquele que olha para dentro desperta".