segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Eu e Minhas Verdades

Não nasci para ser coerente e agradável, presa na minha própria ânsia de liberdade, me imponho, me entrego, me exponho, me elevo. 
Deixo minhas marcas e ajo de acordo com os reflexos dos meus sentimentos. 
Tenho a transparência como dom e não sou como tantos que apenas por desejo de encaixe e aceitação social, pintam as faces e beijam enquanto desejam escarrar. 
Eu tenho alma limpa e cabeça erguida por cuidar das minhas verdades e a elas ser fiel. 
Não estarei sorrindo quando quiser chorar, nem mimando quando quiser gritar. 
Não exalarei educação quando meu âmago estiver voltado a sentimentos que explicitem outras reações contrárias. 
Não que eu vá distribuir tapas e estupidez em não culpados, porém, não abraçarei ninguém quando essa não for minha vontade. 
E não irei concordar com opiniões alheias, apenas para embelezar o consenso coletivo. 
Quando quero passagem, sendo necessário, arrombo portões. 
Não consigo controlar o que pulsa no meu peito pedindo voz, eu grito mesmo. 
Eu sou o que estarei sendo dentre de tudo que posso ser. 
Às vezes, nem eu consigo compreender meu interior, mas o fato é que ele sempre estará se exteriorizando, e é isso o que mais falta no mundo, falta verdade. 
E sinceramente, admita, é o que todos nós vivemos a procurar. 
Mas, a grande maioria procura verdade e esbanja hipocrisia.
(Jhennifer Cavassola) 

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Dor na Alma

A pior dor é a da alma. 
As dores que permanecem na alma vem das nossas perdas, decepções, indiferenças, humilhações e injustiças; elas superam as dores físicas. 
As feridas no corpo cicatrizam, o tempo pode apagá-las, mas as feridas na alma são feridas abertas. Quando não abertas, seus sintomas são mórbidos, suas marcas geram experiências e suas profundas cicatrizes existentes tem como efeito a maturidade.
Quando um ser humano comete suicídio eu logo penso: mais um que matamos, mais um que a sociedade matou. O suicídio começa por dentro. Não observamos o outro, não cuidamos do outro. 
Por que é tão difícil? Por que essa luta interminável de ser melhor do que o outro? O por que de toda essa inveja, essas injustiças e incompreensões?
Concluo afirmando que aquele que não é caçador dos seus semelhantes, sente as dores na alma mais profundamente. Seria bonito se não fosse trágico.

(Jhennifer Cavassola)

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Plante para colher – Sexo

As mulheres evoluíram muito e não são mais bobinhas como antigamente, mas os homens não acordaram ainda para essa realidade.
Esse negócio do cara procurar a mulher, encher ela de elogios e mimos só quando quer sexo não cola mais. É preciso cuidar do jardim, regar para poder florir cada vez mais, mesmo que não queira colher nem tão cedo. 
O fogo não faz sozinho, é preciso gravetos e mais gravetos para manter a chama acesa. Falo isso para o geral, casados, solteiros, namorados, amantes, amizades coloridas, ficantes e afins. 
Esperto mesmo é o homem canalha que deixa cozinhando na panela de pressão e tem a comida quando quer. 
Se as refeições estão ficando escassas, mude a tática,  experimente plantar  sementes, regar de vez em quando e observe que o quintal ficará cada vez mais florido e terá muitos gravetos para o fogaréu. 

(Jhennifer Cavassola)

domingo, 23 de junho de 2013

A Mulher Extraordinária x Estupidez do Homem

É impressionante a capacidade que o homem tem de fazer uma mulher extraordinária perder o interesse por ele. Lembrando que manter uma qualquer encantada é fácil, basta ser canalha. 
Homens, não duvide da inteligência de uma mulher. As mulheres inteligentes sabem que são. Todos os neurônios a mais de um homem é uma tentativa de se equiparar a sapiência de nós mulheres e cá entre nós, tem muito homem incompetente no mercado, envergonhando a espécie, se comportando como um idiota e se achando um máximo. 
Uma mulher não precisa de um homem. Tenha sempre em mente que mulher nenhuma, principalmente as raras e espetaculares, fica com um homem porque precisa. Elas ficam porque querem e sabem o que querem. 
Não seja tolo e imaturo a ponto de confundir uma MULHER extraordinária e de atitude com uma mulher qualquer, vulgo vadia. Não é preciso ser muito inteligente para saber diferenciar. Pode ter certeza que poucos tiveram a incrível oportunidade de estar ao lado de verdade com uma mulher dessas, extraordinária. 
E termino com uma frase do Charles Périgord que adoro: "Uma mulher perdoará um homem por tentar seduzi-la, mas não o homem que perde essa oportunidade quando ela lhe é oferecida."

(Jhennifer Cavassola)

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Sentir a Vida

Vontade de pegar uma moto, sair sem rumo, seguir apenas o instinto, viajar pelo mundo, viver e sentir o que a vida tem a me oferecer. 
Vontade de sair de cena, me desligar dos humanos e sentir a gentileza da natureza. 
Viver é o verbo da vida e eu tenho sede e fome de viver. 
Que os nobres hipócritas que me perdoem, mas antes louca do que infeliz. 
(Jhennifer Cavassola)

quarta-feira, 1 de maio de 2013

A Vulgaridade Humana


O ajuntamento da vulgaridade humana, a estupidez do animal não domesticado que nunca teve uma aula de ética e que pouco nota, sente e sabe sobre o que é "ser" humano, faz de um acontecimento bárbaro tornar-se um espetáculo e que uma estupidez humana seja corrigida com outra estupidez humana; como é esse clamor pela diminuição da maioridade penal.
Contamos com povos muito vulgares na América Latina, por conta das suas raízes culturais ibero-americanas (fraude, violência e uma forma hipócrita de exercer a fé), pouco se sabe de responsabilidades, de emancipação moral, de ética, mas fala-se muito em liberdade. E aqui eu afirmo, até os pássaros em sua total liberdade não são livres, eles não podem não querer voar, ou serão devorados pelos seus predadores. 
É o poder público responsável por evitar que imbecis (animais não domesticados – como diria Nietzsche) ingressem na sociedade como um vírus, prontos para destruição. É preciso mais educação, fiscalização por parte do poder público e de cada um em suas casas. A vida humana é colocada desnecessariamente em risco, determinadas vulgaridades não podem mais serem admitidas. É preciso lutar pela nossa emancipação moral, pela ética.

(Jhennifer Cavassola - inspirado no texto do Luiz Flávio Gomes)

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Promete que vai guardar SEGREDO?

"Nunca confie em ninguém, especialmente em relação as pessoas que você admira. Serão essas as pessoas que irão desfechar os piores golpes." (Carlos Ruiz Zafón)

Promete que não vai contar pra mais ninguém? Quantas vezes fazemos isso ou ouvimos isso na vida? E essa é uma das maiores falhas de nós seres humanos. Pra começar, pedir segredo a alguém é puro egoísmo. Se você não consegue guardar segredo, como pode exigir que a outra pessoa guarde? Segredo que é segredo, é guardado no sangue, só pra você e a partir do momento que compartilha, deixa de ser segredo. Apesar de pensar assim, faço minha parte, guardo pra mim tudo que me falam e se for de alta complexidade, até esqueço. Mas não cobro de ninguém o mesmo, porque entendo os riscos que estou correndo, as pessoas são diferentes.
Clique na foto e veja como um 
segredo se transforma numa fofoca.
Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem... (Jeremias 17:5)
Amizades existem, mas não devemos depositar confiança nos homens. Humanos falham e esse é o motivo de tanto sofrimento na terra. Confiamos demais nas pessoas e nos distanciamos cada vez mais de Deus. Temos uma tendência de colocarmos esperanças nas pessoas, depositarmos confiança, ai a gente se decepciona, sofre e se revolta desnecessariamente, pois bastava seguir o conselho de Deus.
E o Senhor também diz: “Bendito o homem que confia no SENHOR, e cuja confiança é o SENHOR.” (Jeremias 17:7). Ele nos deixou para amarmos o próximo independente de qualquer coisa, apenas isso. Mas confiar não, pois somos “carne”, “pecado”.
Pense bem, muito bem antes de compartilhar qualquer acontecimento da sua vida ou da vida de outras pessoas pra alguém. Nunca se sabe o dia de amanhã e quem exatamente é essa pessoa que está a sua frente. Muitas vezes um segredo é como uma bomba, que estamos dividindo ela ao meio e jogando em outra pessoa. As vezes a pessoa compartilha seu segredo com outra, não por maldade, mas porque segurar essa bomba sozinha é realmente difícil. Voltamos ao começo da postagem, pedir segredo a alguém é puro egoísmo. Mais vale sofrer sozinho do que cedo ou tarde ter um problema mais pesado.
(Jhennifer Cavassola)

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Você e você!


A vida me ensina muitas coisas todos os dias. Entre essas coisas ela me ensina como conviver com os  “animais“ vulgo “seres humanos”. 

APRENDI QUE SOU EU E EU. Ninguém se interessa, ninguém se importa, todos são egoístas e não estão nem ai se a escolha ou o comportamento delas te magoará. 
Somos assim, a quem diga que não, mentira, todos nós somos assim. E todos nós decepcionamos e nos decepcionamos todos os dias por esperar demais e achar que as pessoas devolverão o carinho que temos por elas. Esqueça, ninguém liga, ninguém se importa!  Só existe você e você.  
A frase que mais me apego é: "Prefiro morrer, ao ter que viver na hipocrisia de acreditar que os humanos mudarão." da Samantha Rauber. E é isso mesmo e quando penso em dar um voto de confiança e acreditar nas pessoas, sou apunhalada. Tendencioso isso? 
Não sou pessimista, nem otimista, apenas realista e estou mais acordada do que nunca. Voltando a tratar as pessoas como elas me tratam ou como elas merecem serem tratadas. 

Um aviso aos navegantes: SAIBA LER OS SINAIS, ELES DIZEM TUDO!

(Jhennifer Cavassola)

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Humor x Hipocrisia

A hipocrisia é o ato de fingir ter crenças, virtudes, ideias e sentimentos que a pessoa na verdade não possui. E o humor é um estado de ânimo cuja intensidade representa o grau de disposição e de bem-estar psicológico e emocional de um indivíduo. (Wikipédia)
*
Adoramos humor seja ele do que for. E esse humor é engarrafado com pitadas de preconceitos. Fazemos piadas com classes sociais, religiões, homossexuais, raças, deficientes, culturas e por ai vai.
O palhaço que é bobo, cai, e se machuca, a gente rir disso desde criança. As piadas falando da corrupção do nosso país são as que mais nos fazem rir. Incrível, mas ficamos rindo e de mãos atadas para o problema.
O Brasil é o país das hipocrisias. As mesmas pessoas que condenam os tais humoristas pelas frases infames, são as pessoas que colocaram eles lá, que deram créditos e audiência. O Rafinha Bastos, por exemplo, era  a celebridade do Brasil que mais tinha seguidores no twitter. Ele sempre se sentiu no direito de fazer piada com quem ele quiser, do que ele quiser, até porque nunca colocaram limite nele, ele sempre foi assim, mas só há pouco tempo que perceberam, isso porque ele mexeu com a filha do Zezé de Camargo.
Uma piada é engraçada até que não mexa com a nossa sensibilidade de consciência, com um parente nosso ou até mesmo com a gente. É fácil rirmos de piadas culturais alheias, desde que não fale da nossa. Exemplo disso, as tais piadas de gaúchos, portugueses, baianos, mineiros e etc. O que entendo de humor é que uma caricatura da desgraça e alheia ok? O humorista de stand-up só é engraçado porque ele coloca pra fora os problemas dele, dai nos enxergamos nisso e sentimos graça. Mas as sujeiras estão dentro da gente.
Estou certa também que temos um comportamento individual e outro social. A maioria das pessoas que acham de mal gosto uma piada sobre gagos, anões e etc quando estão com os amigos; sozinhos se divertem rindo dessas mesmas piadas. Isso se chama hipocrisia. Em público ninguém diz: eu sou preconceituoso, mas sim que é correto e compreensivo como pessoa.

(Jhennifer Cavassola)

Ps: Queridos leitores, minha vida está uma loucura, por isso tenho vindo pouco aqui. A faculdade está indo muito bem, estou concluindo o 1º semestre de Direito, rumo ao 2º semestre. O trabalho a mil por hora, servir ao público não é brincadeira não, ainda mais na area da saúde. Agradeço os e-mails e mensagens especiais que recebo de vocês, muito valioso isso pra mim. Prometo não demorar tanto pra atualizar, um beijo especial da Mulher Diferente no coração de todos!

sexta-feira, 16 de março de 2012

Fofoqueiros de Plantão

"Quem faz intrigas sobre a vida alheia quer ter algo de sua autoria, uma obra que se alastre e cresça, que se torne pública e que seja muito comentada. Algo que lhe dê continuidade. É por isso que fofocar é uma tentação. Porque nos dá, por poucos minutos, a sensação de ser portador de uma informação valiosa que está sendo gentilmente dividida com os outros. Na verdade, está-se exercitando uma pequena maldade, não prevista no Código Penal. Fofocas podem provocar lesões emocionais. Por mais inocente ou absurda, sempre deixa um rastro de desconfiança. Onde há fumaça há fogo, acreditam todos, o que transforma toda fofoca numa verdade em potencial. Não há fofoca que compense. Se for mesmo verdade, é uma bala perdida. Se for mentira, é um tiro pelas costas." (Martha Medeiros)

Polêmicas, balelas, inverdades, são os fatores que contaminam qualquer ambiente. Mas os fofoqueiros sempre estão prontos para atacar e em qualquer lugar. Aquele que faz fofoca geralmente quer se promover, quer atenção e se concentra na vida dos outros para satisfazer-se.
Geralmente sente o mau sentimento da inveja, é inseguro e precisa difamar o outro para obter sucesso. Isso ocorre muito em ambientes de trabalho. O fofoqueiro só precisa de oportunidade e já está ele, falando de um ou de todos.
Existem dois tipos de fofoqueiros: aquele que faz a fofoca, que faz a polêmica, solta o boato e aquele que escuta, é condizente e permite que a fofoca aconteça.  
Há uma diferença delicada entre um simples comentário e uma fofoca. Depende da intenção de quem fala e de quem escuta. O melhor é que saiba realmente para quem está fazendo o comentário. Uma interpretação errada dos fatos pode fazer com que você seja promovido a fofoqueiro.  Depende muito de quem ouve e como foi transmitida a mensagem.
Para evitar que informações se tornem fofocas, o melhor é não emitir opiniões sobre determinados assuntos que envolvam pessoas especificas. Ou seja, não emita opiniões sobre pessoas sem que elas saibam. Se for envolver o nome dos outros, o ideal é que eles estejam sabendo da sua posição ou até mesmo presentes no momento. É preciso ter maturidade o suficiente para não se importar também com os boatos que rolam sobre a sua pessoa.  E quando é no trabalho então, tudo fica mais difícil, mas se você tiver uma postura neutra, nada influenciará no seu andamento profissional.
Um administrador, por exemplo, não deve evitar que se colonize um clima de mentiras e fofocas dentro da empresa. Ele precisa conversar com todos da equipe, envolvendo cada um de forma individual, identificar o fofoqueiro e saber trabalhar com o comportamento deste sujeito, para que se elimine o problema.
Mas e quando a fofoca acontece aos redores de sua casa, ou seja, entre os vizinhos?  O melhor é não se deixar envolver pelos maliciosos de plantão. Começou o comentário sujo, interrompa; fale da natureza, conte uma piada, diga que precisa cuidar dos afazeres da casa, enfim, saia o mais rápido possível, antes que esteja envolvido. 
SEGURE A LÍNGUA! 
  
(Jhennifer Cavassola)

Achei uma mensagem interessante no livro "Em Busca da Autoconfiança, Estrutura Emocional de Aço - Marcio Kühne", segue:

Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso.
Algum tempo depois descobriram que era inocente. O rapaz foi solto, após muito sofrimento e humilhação, e processou o homem.  
No tribunal, o homem disse ao juiz:  
- Comentários não causam tanto mal...         
E o juiz respondeu:    
- Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel. Depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa. Amanhã, volte para ouvir sentença!    
O homem obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:  
- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!
- Não posso fazer isso, meritíssimo! - respondeu o homem - O vento deve tê-los espalhado por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!
Ao que o juiz respondeu:       
- Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos mais consertar o mal causado. Se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!           
MORAL DA HISTÓRIA:         
Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras.

Beijos especiais da Mulher Diferente!!!

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Inveja – O Pior dos Sentimentos

Certa vez perguntei a uma amiga: - Qual o pior sentimento que você acha que existe?
Ela respondeu: - Ódio.
Discordei imediatamente dizendo que era a inveja. 
E é a inveja o pior dos sentimentos e o mais sujo e difícil de ser abolido da alma humana. É um vício que mais causa sofrimento à nossa raça.
O ódio pode se tornar amor. Inveja é algo que destrói por dentro, que deprecia e até faz a pessoa sentir ódio de si e do outro.
Não existe inveja boa e inveja ruim. Inveja é sempre um sentimento ruim, existe admiração pelo que o outro é ou pelo que o outro possui. Você admira e sente vontade de ter algo igual ou se a pessoa tem qualidades, você deseja tê-las e exerce essas qualidades em você. 
Admiração: s.f. Sentimento de prazer, de respeito, experimentado diante daquilo que é belo e bom.
Você não fica triste e sim feliz pelo próximo. Admirar o que é bom não faz mal, sentir inveja faz. Porque a inveja  faz você querer destruir a vida do outro. É como se fosse um urubu esfomeado pela carniça. Basta à pessoa se destacar em alguma área, por mais insignificante que seja e lá estará o invejoso, pronto para apontar o dedo e minimizar o feito ou o caráter do invejado. É um desejo cruel de ser o centro das atenções e de querer ser maior e melhor que todos, não podendo suportar que o outro seja melhor. É como se não suportasse a diversidade do mundo.

Se você às vezes tem esse sentimento horroroso, trabalhe para que não se torne doença. Acredito que todos no mundo já sentiram inveja de algo. Alguns através da educação trabalharam esse sentimento e excluíram de suas vidas. Aperfeiçoaram para o bem, para admiração. Outros tem o instinto para o mal e ainda sofrem com esse sentimento e talvez não cure jamais, pois realmente é um vício.
Sou extrovertida, bonita sim, inteligente, comunicativa, segura de si e automaticamente sofro muito com a inveja das pessoas. Apesar de atrair energias positivas como muitos dizem, os invejosos de plantão também se atraem por mim. Eu graças a Deus sinto admiração a tudo que é belo e por todos que estão bem a minha volta. Adoro ver e fazer as pessoas felizes.
A Inveja é a incompetência de ver a luz das outras pessoas, a alegria, o brilho de alguém, seja que lado for.  Ela também é a consequência da incapacidade da sua evolução como ser humano.
Infelizmente muitos pais e educadores são culpados por certas pessoas serem invejosas hoje. A inveja também é uma má educação.
Foi através dela que o mal entrou no mundo.Veja só o primeiro exemplo que tivemos na terra: Caim e Abel. Quantas mortes aconteceram no mundo e quantas puxadas de tapetes já tivemos sem saber como e porque aconteceram? A INVEJA MATA, pode ter certeza.

Seja feliz e seguro de si, busque e renove seus objetivos. Evite a inveja alheia andando sempre com pessoas de boa índole. Garanto que você só aprenderá e se tornará cada vez melhor como ser humano. Contemple o belo, procure ver a beleza das pequenas coisas e estará preparada para as grandes. Não exponha sua felicidade em vitrine pra qualquer um. Aprenda a cultivar o bem, trabalhar o emocional e ter bons sentimentos. Comemore a felicidade alheia, assim você só atrairá energias positivas.  Se apegue com Deus, Ele é maior que qualquer "olho gordo".


(Jhennifer Cavassola)

Querido leitores, que Deus proteja vocês, um mega beijo da Mulher Diferente.


Ps: Alguns leitores estão recebendo uma mensagem de malware detectado no blog, mas não tem malware aqui. Toda e qualquer tipo de ameça, como sites externos por exemplo, foram retirados. Peço desculpas à todos por esse transtorno, ele já está sendo resolvido. Espero que o Google reconsidere logo para navegarmos tranquilamente. 

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Ame e Viva - O que temos visto por ai???

Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes. Com suas danças e poses em closes ginecológicos, cada vez mais siliconadas, corpos esculpidos por cirurgias plasticas, como se fossem ao supermercado e pedissem o corte como se quer... mas???
Chegam sozinhas e saem sozinhas. Empresários, advogados, engenheiros, analistas, e outros mais que estudaram, estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos. Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dancer", incrível.
E não é só sexo não! Se fosse, era resolvido fácil, alguém dúvida? Sexo se encontra nos classificados, nas esquinas, em qualquer lugar, mas apenas sexo!
Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho, sem necessariamente, ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico na cama... Sexo de academia.
Fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão "apenas" dormir abraçadinhos, sem se preocuparem com as posições cabalisticas.
Sabe essas coisas simples, que perdemos nessa marcha de uma evolução cega. Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção. Tornamo-nos máquinas, e agora estamos desesperados por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós.


Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada nos sites de relacionamentos "ORKUT", "PAR-PERFEITO" e tantos outros, veja o número de comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra viver sozinho!".
Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários, em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis, se olharmos as fotos de antigamente, pode ter certeza de que não são as mesmas pessoas, mulheres lindas se plastificando, se mutilando em nome da tal "beleza".
Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento, e percebemos a cada dia mulheres e homens com cara de bonecas, sem rugas, sorriso preso e cada vez mais sozinhos.


Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário... Pra chegar a escrever essas bobagens? (Mais que verdadeiras) é preciso ter a coragem de encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa.
Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia isso é julgado como feio, démodê, brega, familias preconceituosas.
Alô gente!!! Felicidade, amor, todas essas emoções fazem-nos parecer ridículos, abobalhados...
Mas e daí? Seja ridículo, mas seja feliz e não seja frustrado. "Pague mico", saia gritando e falando o que sente, demonstre amor...
Você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais...
Perceba aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, ou talvez a pessoa que nada tem haver com o que imaginou mas que pode ser a mulher da sua vida. E, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois... Quem disse que ser adulto é ser ranzinza ?

Um ditado tibetano diz: "Se um problema é grande demais, não pense nele... E, se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele?"

Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo, assistir desenho animado, rir de bobagens e ou ser um profissional de sucesso, que adora rir de si mesmo por ser estabanado.
O que realmente, não dá é para continuarmos achando que viver é out ou in.
Que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo, que temos que querer a nossa mulher 24 horas maquiada, e que ela tenha que ter o corpo das frutas tão em moda, na TV, e também na Playboy e nos banheiros. Eu duvido que nós homens queiramos uma mulher assim para viver ao nosso lado, para ser a mãe dos nossos filhos, gostamos sim de olhar e imaginar a gostosa, mas é só isso, as mulheres inteligentes entendem e compreendem isso.
Queira do seu lado a mulher inteligente: "Vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois, ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida".
Porque ter medo de dizer isso, porque ter medo de dizer: "Amo você", "fica comigo"... Então não se importe com a opinião dos outros, seja feliz!

Antes ser idiota para as pessoas que infeliz para si mesmo!

(Arnaldo Jabor)

Nota: Eu adorei esse texto e achei digno divulgar ele aqui no blog. O Arnaldo Jabor é ótimo, adoro as críticas dele. O texto fala por si só, sem mais comentários. 

domingo, 21 de agosto de 2011

Sexo Casual - Previna-se do Apego

Conversando com uma amiga outra dia, eis que dou uma dica a ela sobre sexo casual e etc. Deu certo com as pessoas que conversei e com ela está dando também. Pois bem, essa minha amiga pediu pra eu postar no blog essa tal dica infalível.

Não quer se apaixonar após aquele sexo maravilhoso? Serei clara e objetiva: NÃO OLHE NOS OLHOS APÓS O ORGASMO E PONTO. Naquele momento você liberou todos os hormônios do 'bem', você fica melosa, carente e tudo que quer é carinho, ser bem tratada, acha tudo lindo e um simples olhar faz você se apaixonar ou pelo menos viciar e “pagar pau” por aquele canalha que você saiu na última sexta-feira.

Após o orgasmo a ocitocina (hormônio do prazer, melhor dizendo do amor, já que liberamos isso quando amamentamos, abraçamos alguém que gostamos etc) está bombando, o corpo se arrepia fácilmente, os olhos brilham, sorrisos e risadas acontecem, a fala fica baixa, a vontade de estar perto do outro aumenta mais ainda e... O homem é caçador, ele tem um instinto impressionante para se preservar e logo ele sai da cama e a vontade de apertar o botão eject ou dizer “fora daqui” é enorme. Se ele for cafajeste ele vai para o banho ou pelo menos curti a DPF (depressão pós foda) dormindo logo que o serviço for concluído e te deixará nas nuvens, digo na cama, curtindo a ocitocina sozinha e não te ligará mais.
Mas tem o pior, se ele for canalha ele fará o mesmo do cafajeste só que com uma diferença, te procurará no outro dia ou quando quiser novamente e te iludirá com o velho papinho e fará o mesmo da noite passada.

Então amigas queridas, não corram riscos de se apaixonar por um desses, NÃO OLHE NOS OLHOS APÓS O ORGASMO, se ele for do tipo carinhoso, o máximo que você pode fazer é retribuir o carinho, mas não precisa olhar e mesmo assim o ideal é levantar e sair logo da cama. Se for o amor da sua vida, você saberá com certeza, pois os sinais gritam, então não precisa ficar encanada.

E se ainda de quebra quiser deixar ele louco, mostre-se a melhor mulher do mundo na cama, seja encantadora, envolvente, sensual, faça tudo que tiver direito, faça ele se sentir o “cara”, goze, deite, olhe pro teto, respire e levante pra um banho gostoso, se vista e saia. Ele se sentirá um verme, ou seja, usado, não entenderá nada, pois percebeu que gostou, mas a insegurança de você não se apegar, ser diferente e decidida, ferrou ele. 

(Jhennifer Cavassola)

Dicas de uma Mulher Diferente, e como digo sempre: toda regra há exceção. 

quarta-feira, 27 de julho de 2011

É tão fácil ser legal!

Sinto-me só nesse mundo tão grande. Grande e pequeno ao mesmo tempo, por ter pessoas tão medíocres.
Hoje cada um vive a sua vida, ninguém mais se interessa de verdade por ninguém.
As pessoas não perguntam do fundo do coração se as outras estão bem. Eu queria entender porque as pessoas não se interessam pelas outras. Todos fingem que se interessam, mas na verdade pouco se importam. Hoje as conversas são superficiais, ninguém está nem ai pros problemas alheios, com seus interesses, iras, a não ser que seja para criticá-los.

Tudo bem que se eu alfinetar meu dedo com uma agulha na frente de qualquer pessoa, só eu sentirei dor, o outro só vai mexer a cabeça e no máximo fazer uma cara de nojo por causa do sangue. “Pimenta na boca dos outros e refresco na da gente.”
Passei os maiores anos, acreditando que a humanidade mudaria; hoje tenho plena certeza que não. Se você conta um problema pra alguém, mesmo sabendo que a pessoa não pode te ajudar; fala por está precisando desabafar suas paranóias, suas magoas... Ela tira conclusão que você é problemática, louca, isso se não sair por ai falando da sua vida.
Problemas todo mundo tem, é verdade. Mas as pessoas ficam loucas se precisarem de ajuda e não ter ninguém ao menos pra ouvi-la. 
Hoje o mercado de trabalho está muito disputado, você tem que se matar pra segurar o emprego; chega em casa tem fazer de tudo pro marido; ai vem os filhos, você tem que fazer de tudo pra eles ter uma boa educação. Só essas coisinhas, faz à cabeça ir à tona. Muita pressão, euforia, limitações. Fora os traumas da infância, as decepções... Então quando você vai ouvir alguém não dar à mínima. Esquece que amanhã pode ser você que esteja precisando. E quando alguém quer desabafar, não quer ouvir os seus problemas ou de sua vida que está maravilhosa, e sim um conselho ou uma simples frase dizendo: “tudo vai se resolver”. Mas não... Sabe como as pessoas reagem? “Ah eu também passei por isso, é besteira!” Ou “ Que nada você está errada!” isso quando não desdenham do que você está dizendo."É incrível como as pessoas se interessam muito mais em saber dos motivos e detalhes do seu sofrimento do que simplesmente te dar uma força."

Por causa do egoísmo, egocentrismo de toda a gente, que hoje faço a minha parte sem esperar nada de ninguém. A minha janela é basculante, espaço pequeno, só quem pode passa. Abro e fecho quando quero.
Mas acha que isso é bom? Queria poder abrir mais, poder falar mais do que sinto, dos traumas, das decepções. Quem quer ouvir? Só um especialista, que terei que pagar pra escutar-me. Escolho a solidão não por opção e sim porque é o jeito.

Tem uma frase que diz: 
“A solidão é uma arma que mata, mesmo não tendo ninguém para dispará-la”.

E um trecho de uma música  do Ritchie que diz: Ando só, leio o jornal, lembro do que passou / Vento e sol, sinto a solidão, o amanhã começou / Nada pra jogar, nada pra perder / Sei que nada vai adiantar”...
Ai vem o Hebert Viana na música Calibre dizendo: “Eu vivo sem saber até quando ainda estou vivo, sem saber o calibre do perigo”...
Costumo dizer que: É tão fácil ser legal, é tão fácil você lidar com as pessoas, não entendo porque as pessoas limitam, dificultam e estragam tanto isso.

Com euforia, vem uma amiga e diz: - Meu filho andou, meu filho está andando!
A pessoa pergunta: - Ele tem quantos anos?
A amiga responde sorrindo: -1 ano e 1 mês.
A pessoa fala sorrateiramente: - Nossa, pois o meu andou com 9 meses.
* Caramba, quem perguntou? Puts, naquele momento a pessoa quer compartilhar essa alegria, e não saber do filho do outro. Às vezes fazemos esse tipo de coisa sem sentir, às vezes por que queremos machucar. Mas não importa, porque a outra pessoa não entende que foi sem querer e sim porque queremos ser superior.

Outro caso: - Nossa como essa roupa é bonita!
Só a roupa? Agora olha a diferença quando você sabe ser legal:
- Nossa como essa roupa caiu bem, você está linda!

Se olharmos mais profundamente, veremos a alma do outro. V
eremos que não só de sorrisos essa pessoa e feita, não só de tristeza, ou seja lá o que for. Devemos olhar nos olhos e apesar de também termos nossos problemas, devemos se interessar pelos problemas dos outros. Mas se interessar com o coração, profundamente, para podermos ajudar nem que seja com uma palavra.
Que não sentimos a dor é verdade, mas podemos nos colocar no lugar do outro.


(Jhennifer Cavassola)

"O ser humano não é um mamífero, pois estes harmonizam-se com o ambiente. O padrão do ser humano é o mesmo do vírus, que se instala, destrói e depois muda-se para novamente destruir." (Matrix)

terça-feira, 24 de maio de 2011

Sexo X Vergonha

Para nos deixar a vontade na hora do sexo, vários artefatos são essenciais, como: intimidade, sentimento, liberdade e auto-estima. Mas uma pesquisa divulgada pelo jornal britânico "Daily Mail" mostrou que metade das mulheres não está satisfeita com seu corpo. E isso implica diretamente no seu comportamento sexual.
Uma em cada dez mulheres gostaria de ser mais ousada na cama, mas não se sente bem fisicamente pra isso. Por causa das gordurinhas indesejáveis, a maioria só transa com a luz apagada. O cansaço foi apontado também como um dos maiores motivos para a tradicional desculpa da "dor de cabeça": muitas mulheres revelaram sentir-se esgotadas no fim do dia, sem ânimo para o sexo. Na lista também entram a falta de auto-estima, doença e estresse. Uma minoria das 4 mil mulheres ouvidas, também destacaram considerar o ato "como um dever". Que bom que são minoria, apenas 6% rsss.

A maioria das mulheres que se cuidam, são para transar de luz acesa. A maioria da mulheres não dançam para seus parceiros, não usam nem se quer uma lingerie sexy por achar que seu corpo é feio. E na verdade a maioria dos homens casados com mulheres que estão acima do peso ou magras demais, curtem o corpo delas do jeito que é. Mas por conta da televisão e das revistas, as mulheres pegaram a nóia que corpo perfeito tem que ser igualo o das artistas. Esquecem que o trabalho delas é aquele, que vivem do corpo, passam horas na academia, fazem dietas, cirurgias plásticas etcetera para ficarem com corpos exorbitantes.
Minhas queridas, se não estão satisfeitas com o próprio corpo, levantem a bumbum do sofá e vão a luta. Não tem essa de falta de tempo, tem academias que funcionam de 5hs da manhã até meia-noite. Na grande São Paulo por exemplo, existem até academias 24hs. Esqueça a comilança de doces, chocolates, coxinhas e pense no bem estar bem. Hidrate sua pele, cuide dos cabelos e vá num sex shop mais próximo, compre uma linda lingerie, fantasia, seja lá como prefere e divirta-se com o maridão.

(Jhennifer Cavassola)

Beijos da Mulher Diferente


Postagem com fonte de inspiração do site: Bolsa de Mulher