domingo, 7 de setembro de 2008

Mendigos

Na Postagem do dia 30 de Agosto falei sobre o "Controle de Natalidade" como uma das formas de mudança para o nosso país. Quem leu e comentou agradeço e quem não leu peço que leia e deixe sua opinião. Nessa postagem falarei sobre outro fator que são os mendigos.
A descriminação para com os mendigos é tremenda. Quando passamos por um deles, nos fazemos de cegos, surdos e mudos. Então eles pensam que não estão chamando a nossa atenção. E o que eles vão fazer? Chamar a nossa atenção. Como? Roubando, sequestrando, cometendo homicídio, pois assim eles chamam nossa atenção. Tem pessoas que se assustam ao ver um mendigo na rua, essas pessoas ficam com medo ou sentem nojo. E quando um andarilho vem pedir ajuda acham que são falsos miseráveis querendo usar da boa fé. Não estou querendo dizer que isso não existe, claro que existe e muito. Mas devemos pensar que estamos fazendo a nossa parte e se for um mendigo falso que pagará pelo pecado será ele. Tudo bem, do jeito que está hoje não podemos confiar muito, dar atenção a qualquer um na rua ou na porta da nossa casa. Na verdade hoje não podemos nem confiar em uma velhinha que tropeça na nossa frente, pois se ajudarmos pode ser uma armadilha (como aconteceu com uma amiga minha). Uns pedem por safadeza, outros tem condições de trabalhar, mas querem mesmo é viver pedindo. Têm muitos que pedimos em troca da ajuda pra eles fazerem um serviço na nossa casa e sabe o que eles acham? Que isso é um abuso da nossa parte. Confesso uma coisa a vocês, já fiquei na pele de um mendigo por causa de uma promessa. Certa vez me vestir com trapos velhos, passei graxa no rosto, fiquei descabelada, totalmente irreconhecível e sai na rua. Vocês acham que fui bem vista? Não! Senti na pele o que eles passam. Todas aquelas pessoas que gostavam da minha companhia seja por status, beleza, papo, todas aquelas pessoas nem se quer me olhava. Eu era um patinho feio na lama! Juro que fiquei com muito medo que alguém me reconhecesse, não serei hipócrita, a vergonha era grande. Mas, foi uma experiência e tanta os quase 60 minutos que fiquei assim.Há 2 meses atrás falei sobre o "morador de rua que passou no concurso público". Essa história me fez acreditar mais no Brasil, na nossa gente. Emocionei-me bastante e fiquei super orgulhosa. Até porque como vocês viram, eu tenho outra teoria sobre os mendigos e vi que podemos mudar e até eles podem. O 'maior abandonado', mostrou que pode se aparecer de outra forma, com dignidade, com brilho e coragem. É, uma atitude positiva supera os maiores obstáculos. Viver socialmente não é difícil, só depende realmente de nós. Infelizmente nem todos pensam assim. É legal viver padronizado, em ética e com liberdade de escolha. Precisamos acreditar que só em sociedade os homens poderão se tornar mais humanos e realmente felizes. Violência só gera violência! Gentileza gera gentileza!
Sonho com um país melhor! Um país que as pessoas não tenham que verem o outro passando fome, para ter um carro que voa. Para mim, a educação, a conscientização política e nossa conscientização são à base de tudo, e da tão esperada mudança. Acho que cada um tem que fazer sua parte. (Jhennifer Cavassola)

8 comentários:

Taynar disse...

Não sei se esse é um sentimento comum, mas toda vez que vejo um mendigo, uma criança na rua ou qualquer pessoa que pareça estar só SOBREvivendo, eu me sinto no fim.
Como se, apesar de qualquer coisa que venha abonar isso, eu não merecesse a casa onde vivo, a comida que como.

É foda, mas não vamos culpar só o governo. A culpa é de cada um de nós tbm.
Talvez, a gente só goste de mascarar.
Mas contínua sendo foda pra mim.


Eu realmente não sei o que é pior.. Atender, recusar, desligar..
O MELHOR eu sei, o melhor seria que ele não me ligasse mais... Mas não dou sorte!

Beijos, moça.

LiLi disse...

pode pegar o texto sim
eu recebi ele por email de uma amiga
beijokas!

Jhennifer Cavassola disse...

Taynar, já pensei em algum momento isso, mas hoje já penso que se passamos por algo é porque merecemos. Apesar de acreditar na mudança e lutar por isso. rss

بنت سيناء..سويركية وافتخر disse...

i guess u r talking here in your post about the poor

in pictures its hard to see them and feel pity

بنت سيناء..سويركية وافتخر disse...

cavassola


really im so happy to communicate with us


but there is aproblem that is....my posts written in arabic..

u can translate it into arabic and but ur comment here
i think its hard to do that


thanx 4 being on your list of friends

طارق الغنام disse...

Saudações
Post maravilhoso
Penso que os problemas dos países do terceiro mundo convergentes, em certa medida
Governo e as pessoas têm uma responsabilidade comum
Nascimento controle não é a solução
A solução começa na educação adequada
Os governos devem afastar-se preocupação com os interesses pessoais
Estou feliz blog
E onde muitos leitores
Muito feliz e espero que a comunicação e sempre me diz que o amor para o Brasil onde futebol

Mulher Paraense disse...

Acredito que além do controle da natalidade, definitivamente o governo deve investir na educação, o segredo é começar pela base de tudo.
O governo precisa investir em escolas com tempo integral, onde as crianças além de estudar podessam se alimentar, participar de projetos tipo: mecânica, informática, infermagem. Sair da escola sabendo que caminho seguir. As crianças precisam de estimulo, se elas chegam em uma escola distruida, sem professores, com fome, com certeza não irão querer estudar.
Além de tudo com a escola em tempo integral os pais poderão trabalhar tranquilos sem medo de que seus flhos estejam nas ruas com companhias ruins, fazendo o que não deve...
Além disso sou a favor da pena de morte, qto de impostos pagamos pra esses monstros comerem as nossas custas, todo esse dinheiro poderia estar ajudando mta gente de bem.Os presídios são uma escola da maldade, ninguém sai de lá reabilitado pra viver em sociedade.

Jhennifer Cavassola disse...

Realmente investir em escolas é uma boa saida. Acontece que tenho um exemplo do Estado que estou morando atualmente. Aqui no Mato Grosso, o governo investe na educação, mas tudo que eles fazem não adianta, ainda assim tem violencia nas escolas, até os professores tem medo dos alunos. Tudo isso por causa da santa ignorancia dos pais de não dar a educação desejada em casa. Mas como vc disse: investem mais nos presos do que cidadãos. É o nosso país!